Como seria a Terra se todo o gelo derretesse?

O aquecimento global é um problema latente que afeta todos os habitantes do planeta. Embora pode ser difícil dizer nesse momento enquanto todavia temos camadas polares, National Geographic compartilhou recentemente uma série de mapas que ilustram quão diferentes seria a Terra se todo o gelo do planeta derretesse completamente.

Os mapas revelam um mundo com muito menos massas de terra que se encontram sobre o nível do mar. Com o desgelo de todos os corpos glaciais, conduziria a um aumento nos níveis de aguas de 216 pés. Como resultado, muitas dessas áreas costeiras atuais dos continentes ficariam submergidas.

NatGeo explica: “Há mais de cinco milhões de milhas cúbicas de gelo, e ninguém sabe realmente quanto demoraria em derreter tudo. Provavelmente mais de 5,000 anos“.

Mas se queimamos todo o fornecimento de carvão, petróleo e gás da terra, adicionando uns cinco bilhões de toneladas a mais de carbono na atmosfera, criaremos um planeta muito quente, com uma temperatura por meio de talvez 80 graus Fahrenheit no lugar do atual 58. Grandes camadas podem esquentar-se rapidamente pelos humanos. E provavelmente seria livre de gelo pela primeira vez em 30 milhões de anos”, concluem alguns científicos.

América do Norte sem o gelo glacial

Já é muito característico ver a parte norte do continente com muito gelo devido estar perto do Ártico. O estreito de Bering parece ser irreconhecível e várias das ilhas geladas do Canadá parecem que foram perdidas no mapa. Groenlândia nunca foi visto tão verde nessa imagem. Além do mais, a península da Flórida não seria mais que história e grande parte das ilhas do Caribe se fundiram no mar.

América do Sul sem o gelo glacial

O rio Amazonas parece que é um grande golfo, como o rio de la Plata, em Buenos Aires que também já seria parte do Oceano Atlântico. Brasil e Venezuela perderiam muitas de suas terras costeiras, e Colômbia e Panamá seriam unidas por quase nada.

Europa sem o gelo glacial

Os mais afetados seriam os países escandinavos que perderiam muito território, e a Dinamarca praticamente desapareceria da face da terra. Os mares Negro e Cáspio seriam maiores consumindo uma grande quantidade de terra. O norte da península da Itália agora seria uma baía e muitas ilhas gregas ficariam nada mais que nos livros de história.

A África se derreteria em polos

O continente africano é um dos que sofreria muitas mudanças, mas que perderia seus territórios perto do mar. Senegal e Guina teriam apenas uma porção pequena de território.

A península arábica tão pouco teria muitas repercussões no caso de desgelo dos polos.

Ásia sem o gelo polar

Pelo seu grande tamanho, Rússia, China e a Índia poderiam ser os maiores afetados com um cataclismo dessas magnitudes. Muitas dessas ilhas pequenas ficam perto da Tailândia e Malásia, e estariam perdidas para sempre.

Oceania sem o gelo polar

Austrália praticamente não perderia sua forma atual, salvo o norte do pequeno continente. Supostamente, muitas das cidades costeiras seriam submergidas pelo Oceano Pacífico.

Agora veja na página 2 como ficaria o Polo Sul totalmente sem gelo.